Mamãe, que tal convidar seu filho para um programa diferente neste fim de semana? Aproveite o clima de férias e chame-o para ajudar a preparar um lanchinho, o café da manhã ou mesmo fazer uma sobremesa, já que as crianças adoram.

 

A garotada começa a demonstrar interesse pela culinária por volta dos três anos de idade, ao observar seus familiares preparando diversos pratos.

Muitas pessoas acreditam que criança e cozinha não combinam; e, de fato, a cozinha é um dos ambientes menos seguros da casa, devido à presença de panelas, talheres, fogão etc. Porém, com alguns cuidados e a supervisão de um adulto, uma tarde gastronômica na companhia dos pimpolhos pode ser muito divertida e útil ao desenvolvimento do seu filho.

Você sabia que “cozinhar” junto a você ajuda seu filho a aprender a ler e escrever?

Muitos educadores incentivam essa atividade entre pais e filhos, já que ao auxiliar um adulto, a criança precisa entender quantas xícaras e colheres de determinado produto são necessárias para o preparo do prato. Dessa maneira, conforme a receita vai ficando pronta os pequenos desenvolvem o raciocínio numérico.

Já a alfabetização, por ser um processo gradativo, necessita do envolvimento da criança. Por meio da culinária, acompanhando a leitura das receitas, ela percebe a importância da comunicação, de conseguir ler as receitas, os nomes dos utensílios, os ingredientes etc.

Sem contar que, participando da preparação da comida, os pequenos aprendem sobre a alimentação e passam a comer melhor.

Viu como é possível ensinar algo ao seu filho de maneira gostosa e divertida mesmo longe da escola?

 

Fonte :Texto original extraído do Blog Vida de Mãe – www.nestle.com.br/vidademae