Nutrição

Cuidados com a alimentação da criança na fase escolar

Essa é uma fase em que a criança já está comendo de tudo. Nesse sentido deve-se continuar estimulando uma alimentação saudável e variada, sem excessos. São cuidados importantes nesse momento:

Muitos pais, preocupados com a pouca frequência intestinal de seus filhos, procuram o consultório pediátrico já com um diagnóstico: meu filho tem intestino preso! Contudo, poucos conhecem os verdadeiros sintomas que definem a constipação intestinal.

Umas das queixas mais freqüentes em relação ao programa de reeducação alimentar é a ansiedade.

Segundo critérios da Associação Americana de Psiquiatria, a ansiedade se caracteriza por uma preocupação excessiva com situações do dia-a-dia, ocorrendo por um período de pelo menos seis meses, causando muitos transtornos. E quem não sofre de ansiedade?

      Para crescer com saúde

  • Manter um peso saudável.
  • Fazer uma atividade física diária.

Vivemos novos tempos na alimentação infantil. Esse estilo de vida moderno nos levou à necessidade

É a abreviatura em inglês de docosa-hexaenoic-acid ou ácido docosa-hexaenoico, um ácido graxo do tipo ômega 3. 

O que significa dizer que um bebê está se alimentando bem ?-

Há alguns anos atrás a resposta mais importante para essa pergunta seria – Sim.

Nesta fase, os hábitos alimentares podem sofrer influência de grupos de amigos, horários diferentes de escola, prática de esportes, modismos ou eventos sociais.

Características dessa fase

  • Mudam os padrões de apetite e a criança come menos.
  • O crescimento estatural e ponderal é mais lento.

 

- Oferecer diferentes alimentos, com gosto, textura, odor e temperatura diferentes.

 

- Não oferecer grandes volumes de líquidos perto da hora das refeições.

As maiores preocupações

  • Obesidade.
  • Puberdade precoce por causa da obesidade.
  • Hiperatividade relacionada com a alimentação.

 Durante a evolução da alimentação da criança, um momento importante é a introdução de alimentos complementares.

A faixa etária compreende crianças de sete a dez anos de idade.

Primeiramente, é muito importante conhecer sobre os cereais.

Os cereais são frutos das plantas chamadas gramíneas. São frutos secos e duros (grãos).

 Introdução de alimentos sólidos (por volta dos 6 meses)

 

Criança saudável deve comer cinco porções de frutas e vegetais diariamente. O cardápio deve incluir alimentos ricos em vitaminas A e C, fibras e outros nutrientes essenciais. Veja alguns exemplos de alimentos para o dia-a-dia.

Predisposições alimentares 3 anos

  • Bebe com canudinho.
  • Alimenta-se sozinha.
  • Usa utensílios com certa destreza.
  • Faz muita bagunça e sujeira.

Nessa fase a alimentação é muito mais do que nutrição. Trata-se de uma forma de interagir com o mundo (amigos, família, amores, etc). A velocidade de crescimento, especialmente nos meninos, é bem elevada, por isso eles têm muito apetite.

Época de férias e grande parte das famílias aproveita esse momento para viajar. Uma preocupação que surge é o que fazer em relação a alimentação dos bebês.

COMECE COM FRUTAS, POIS A MAIORIA DOS BEBÊS AS APRECIA. PREFIRA AS DA EPÓCA  E OUTRAS DISPONÍVEIS NO MERCADO.NO INICIO OFEREÇA SOB FORMA DE SUCOS.

 

A alergia ao leite é uma questão que ronda a vida de mãe, pai, avó... Ao menor sinal de uma reação alérgica em crianças pequenas, a primeira hipótese levantada é essa.

Durante a gestação ocorre uma série de alterações metabólicas no organismo materno que pode gerar desconforto e preocupação para a mulher que passa por esse lindo e delicado momento de sua vida. A alimentação balanceada, rica em nutrientes e fibras, exerce importante papel na saúde da mulher e do bebê em formação.

O conteúdo total de água no corpo de um adulto corresponde a 60 - 65 % do peso corpóreo; já as crianças possuem cerca de 80% do peso corpóreo constituído de água (nos recém - nascidos, essa porcentagem pode ser ainda maior); e os idosos apresentam de 40 a 50% do peso corpóreo constituído por água.

Uma das grandes preocupações dos pais que frequentam o consultório pediátrico é a recusa alimentar dos filhos, principalmente aqueles na fase pré-escolar (2-6 anos).

- São desenvolvidos especificamente para o bebê a partir do sexto mês, oferecendo textura adequada para a introdução de novos alimentos.

  • FRUTAS-Laranja, mamão, pera, uva, figo, ameixa fresca, abacaxi e frutas secas (uva, passas, figo, ameixa, damasco)

A anemia é algo conhecido por grande parte da população e mesmo assim o Brasil tem índices assustadores de deficiência de ferro no organismo.

         Quando a criança atinge cerca de 2 anos de idade, a dieta é igual à da família. Todos os nutrientes conhecidos são supridos por uma dieta variada

 

Que pai ou mãe nunca sonhou com uma refeição tranquila, com os filhos sentados a mesa saboreando alimentos nutritivos sem a preocupação se estão comendo a quantidade e qualidade adequadas?